RESULTADO promoção ‘Freud, me tira dessa!’

jun 26

O ganhador da promoção já foi escolhido e não foi uma tarefa fácil!

Recebemos muitos textos criativos, emocionantes, engraçados e pessoais. Todos entraram de cabeça na proposta de pedir ajuda ao pai da psicanálise.

Depois de toda análise escolhemos o texto da Bárbara Emerich Mórtimer, que pediu ajuda ao Freud de uma maneira muito divertida e descontraída.

Parabéns Bárbara! Você receberá o livro autografado FREUD, ME TIRA DESSA! e um brinde da autora Laura Conrado.

Muito obrigada a todos que participaram!

A autora Laura Conrado também agradece:

 

 

Para quem ficou curioso, segue o texto da ganhadora:

- Alô? Freud?! Ah! Acho que só você poderá me ajudar. Por onde começo? Tenho três vestibulares pra fazer, estou desesperada! Não faz nem ao menos seis meses que me formei e já não lembro nem quem descobriu a América. Não que a situação fosse muito diferente na véspera de minha formatura, mas acho que isso não vem ao caso né?! Tenho que emagrecer 20kg em dois meses. Quem disse isso? A data foi eu e a quantidade a sociedade. Mas estou empenhada e meu sobrenome é ânimo. Só complica um pouco isso de ficar sem comer e fazer exercícios. E nessa vida eu só tenho dois pensamentos: Ficar magra e o que vou comer no jantar. Bem mas não acaba por aí não! Alem disso tem aquele meu amigo, o Marcelo, que é um GA-TO e que não se resolve sobre o que sente por mim. Aí decidi esquece-lo com o Douglas, que é mais gato ainda, mas na abordagem eu descubro que ele também é afim do Marcelo. Arrasada eu saio e vou pra boate, lá encontro o Fernando. Ah o Fernando! Pitelzinho, como diria minha vó. Fui apaixonada por ele por quatro anos e ele nunca deu bola pra mim. O rapaz lindo e bêbado (eu no mesmo estado) pede pra ficar comigo e eu não resisto. No dia seguinte recebo uma ligação perguntando o que aconteceu na noite anterior pois ele não lembra de nada.Ridículo! Resultado, estou sozinha. Resolvi então chutar o balde! Mudar o visual, tirar o vermelho do cabelo e cortar minhas longas madeixas. Descobri, da pior forma possível, que cortes curtos não são favoráveis ao formato do meu rosto e que os fabricantes de tinturas dizem a verdade sobre tintas não pegarem em cabelos anteriormente tingidos. Fiquei uma semana sem sair de casa e não me reconheci no espelho( e agora minha cachorra rosna ao me ver). Ah Freud! Freudinho, posso te chamar assim né?! Então. Essa vida anda tão complicada e confusa. Não aguento mais ir a encontros de família. Minha tia sempre que me vê fala: “-E os namorados? Onde estão?” e até hoje não entendi por que ela fala namorados no plural; e além do mais, se eu soubesse onde eles estão já iria ter ido busca-los a tempos! Tenho pra mim que meu príncipe encantado se perdeu no caminho, foi raptado ou sofreu um acidente e está em coma. Só pode! Maldita Disney que me ilude com aqueles príncipes maravilhosos… Mas mudando de assunto de novo. Freud! Me ajuda! Minha melhor amiga, sabe aquela pessoa que é sua Best Friend Forever?! Então, é a Isa. Ela se mudou pra onde Judas perdeu as botas e onde as operadoras de celular perderam o sinal. Pra piorar, a garota está namorando. NAMORANDO Freud! Acredita nisso?! Me esqueceu total. Ah! Antes que eu me esqueça, depois volto pra esse assunto. Freud? Tá me ouvindo? Já viu o quanto está caro as coisas atualmente? Meu Deus! Sinceramente, não sei se eu que acho tudo caro ou se sou pobre mesmo. O pior de tudo é que eu tenho bom gosto para roupas, restaurantes e perfumes; nasci para ser rica, mas o destino resolveu mudar isso. Lembra quando eu disse que minha amiga se mudou para onde Judas perdeu as botas? Então, eu moro no lugar onde ele as comprou. Aqui só tem show de sertanejo e axé. Freeeud! Eu gosto de rock! E esse povo que diz que o rock não existe mais, é lógico que existe, mas só faz show longe e cobram uma fortuna pelo ingresso. Tenho outro problema musicalmente falando também… Sou apaixonada por rock anos 80. Aaah o bom e velho rock’n'roll. O problema disso? Ora! A maioria dos meus ídolos já morreram! E sem falar que eu sou obrigada a ver o Brasil sendo conhecido pelo mundo todo por músicas de sucessos como “Ai se eu te pego”. Poesia pura, Freud! hahaha Brincadeira, calma. Ô Freud, vou ter que desligar aqui, meus créditos estão acabando. Outro problema, né?! Se importa se eu te ligar a cobrar? Pode ser? Ok, espera aí que eu já te ligo de novo… Se eu já não contei tudo? Se eu tenho mais problemas? Ih! Mas eu não falei nem a metade. Tem crédito de sobra aí, né?! Falou! Já já eu te ligo…

Bárbara Emerich Mórtimer

6 comentários

  1. Achei super legal!
    Parabéns a ganhadora, ela realmente mereceu de verdade! Não sei quais foram os outros textos mandados esse realmente é totalmente diferente de tudo que imaginei que fossem mandar; foi uma vitória (digamos assim) realmente merecida.

    Parabéns Bárbara Emerich Mórtimer!

  2. Hey Laura,
    Muito obrigada, fico super feliz que o meu texto tenha sido o ganhador entre tantos bons textos que acredito que tenham sido enviados também. Já estou louca pra receber o livro e começar a ler. ^^ Um grande beijo e sucesso com o livro!
    Beijos e espero que Freud me tire dessa ;D

  3. Obrigada a todos que participaram! Amei todos os textos. Bárbara, espero que se divirta com as confusões da Cat!
    Um beijão!

  4. Ah *-*
    Nossa eu realmente parabenizo a autora desse belo texto.
    Parabéns de verdade Bárbara…você conseguiu superar todas as expectativas…
    Viu como ainda existe escritores escondidos por esse nosso Brasil.
    E o final foi o melhor…
    Ah Bárbara…você me deixou curioso hein?!
    Promete que vai escrever mais?! rsrs

    Beijos Laura…amei a promoção
    Ronaldo – Livro sobre Livro
    livrosobrelivro.blogspot.com

  5. Parabéns a ganhadora, adorei o texto, ficou super divertido! rs
    Espero ter outra oportunidade de faturar esse livro também, afinal, eu -ou a ‘minha’ Isabella- ainda precisamos de ajuda, haha
    Brincadeiras à parte, a Bárbara fez por merecer e a Laura é uma fofa ^^

  6. Obrigada, pessoal! Adoro ler os comentários! :-)

Deixe um comentário